• Raimed Diagnóstico por imagem

Novembro Azul: O que é e como previnir o Câncer de Próstata

Atualizado: Jan 23




Com o mês de novembro, conhecido pela conscientização sobre o câncer de próstata, chegando ao fim, torna-se ainda mais evidente a necessidade de o cuidado com a saúde dos homens se estender ao longo do ano. A campanha Novembro Azul, que surgiu na Austrália em 2003, ampliou o debate acerca do tema, porém é importante não apenas conhecer, mas também prevenir a doença.


O que é o cancer de próstata?

No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens estando apenas atrás do câncer de pele não-melanoma. Apesar de pequena, a próstata é uma glândula importante que só o homem possui, que fica localizada na porção inferior do abdômen, envolvendo a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina armazenada na bexiga é eliminada. O órgão é importante pois produz parte do sêmen, líquido espesso que contém os espermatozoides, liberado durante o ato sexual.


O que aumenta o risco?

Alguns fatores podem aumentar o risco de desenvolver o câncer, são eles:


  • Idade: a incidência quanto a mortalidade aumenta significativamente após os 50 anos de idade;

  • Familiar: pai ou irmão com câncer de próstata antes dos 60 anos podem refletir em fatores genéticos (hereditários);

  • Hábitos alimentares: excesso de gordura corporal aumenta o risco de câncer de próstata avançado;

  • Exposições a aminas aromáticas: (comuns nas indústrias química, mecânica e de transformação de alumínio), arsênio (usado como conservante de madeira e como agrotóxico), produtos de petróleo, motor de escape de veículo, hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPA), fuligem e dioxinas estão associadas ao câncer de próstata.


Como descobrir e como evitar o câncer de próstata?

Como em outras doenças, a detecção precoce do câncer é uma estratégia para encontrar o tumor em fase inicial e, assim, possibilitar melhor chance de tratamento.

A detecção pode ser feita por meio da investigação com exames clínicos, laboratoriais ou radiológicos de pessoas com sinais e sintomas sugestivos da doença, ou com exames periódicos em pessoas sem sinais ou sintomas pertencentes a grupos de risco. No caso do câncer de próstata, os exames são o toque retal, o exame de sangue para avaliar a dosagem do PSA (antígeno prostático específico).


Os exames ultrassonográficos da próstata podem ser realizados por via abdominal ou por via retal (alta resolução), associado ao uso do Power Doppler para detecção de lesões que, em muitos casos são indistinguíveis do tecido prostático normal, especialmente em casos mais agressivos, impossibilitando o médico de percebê-los ao exame do toque retal. 


O diagnóstico precoce desse tipo de câncer possibilita melhores resultados no tratamento, podendo ser investigado na presença de  sinais e sintomas como:

  • Dificuldade ao urinar;

  • Diminuição do jato de urina;

  • Necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite;

  • Sangue na urina.


Muitas vezes esses sintomas não são específicos do câncer prostático, mas é importante que sejam investigados por um médico.


Cuide da sua saúde o ano inteiro: seu corpo agradece!



Dra Gabriele Zago Froner

Dra Gabriele é ultrassonografista, formada pela Universidade Estácio de Sá, no Rio de Janeiro, pós graduada em diagnóstico por imagem no Hospital de Caridade de Ijuí, atualmente pós graduanda em ultrassonografia geral na FATESA.

Atende na Clínica Raimed em Maravilha, Santa Catarina.

45 visualizações
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2018por Tecnologia a serviço da vida. Criado orgulhosamente Raimed